terça-feira, 28 de agosto de 2012

Of Monsters and Men- My head is an animal

Há algumas semanas eu estava observando os charts Europeus e me deparei com essa banda, ouvi o single Litle talks e fiquei encantando com a sonoridade forte, barulhenta e a o mesmo tempo animada. Não demorou muito e estava pesquisando sobre eles e baixando o primeiro álbum.
A banda é formada por Nanna Bryndís Hilmarsdóttir (voz e guitarra), Ragnar "Raggi" Þórhallsson (voz e guitarra), Brynjar Leifsson (guitarra), Arnar Rósenkranz Hilmarsson (bateria), Árni Guðjónsson (piano e teclados) e Kristján Páll Kristjánsson (baixo). São islandeses, a banda teve seu primeiro grande destaque quando ganharam a batalha anual de bandas de Iceland o Musiktilraunir em 2010. Em fevereiro de 2011 a banda assina contrato com uma pequena gravadora de Iceland a Record Records, com o sucesso e o destaque nos charts europeus, a banda assina outro contrato com a Universal para o lançamento mundial de seu primeiro álbum My head is an animal.


Qual não foi minha surpresa ao saber que o estilo da banda é folk, não sou muito chegado ao estilo, acho meio sonolento e dramático as vezes, mas o som de OMAM é bem relaxante e divertido, a voz de Nanna funciona como um mantra e casa tão bem com a de Ragnar que fica difícil não se deixar levar pelo ritmo gosto e ralaxantes das musicas. O album não foge do jeito folk de fazer musica, mas o problema é que dessa vez fui fisgado. Deve ser o stress da vida em metrópole que esta me fazendo gostar de musicas mais calmas. Recomendo as faixas Litle Talks, King and lionheart e Love love love.

         

sábado, 25 de agosto de 2012

Resumo da Semana (19.08 - 25.08)

Mais uma semana agitada no mundo musical! Vem ver o que tem de melhor.

I Am Your Leader - Nicki Minaj Aproveitando o sucesso de Out Of My Mind, Nicki - The Boss, lança mais um daqueles clipes para aproveitar a faixa, sem propaganda antecipada, só pra satisfazer os fãs de seu lado rap.

 
Out Of My Mind - B.O.B (feat. Nicki Minaj) A música tem o que se precisa para ser um hit: batida viciante, pouca letra e agora um clipe ótimo (dirigido por Benny Boom). Mas o que se deve notar é que todo o buzz se deve a presença de Nicki, Bobby não seria nada sem as caras e bocas e o verso da Harajuku Barbie. Procure por "out of my mind" no Google ou Tumblr, e o resultado será gifs de quando Nicki grita ''hallelujah!'' e a mensagem Illuminatti - quando Nicki cospe uma chave (polêmica).



Ora - Rita Ora Depois de dois anos de amadurecimento, o álbum de estréia de Rita Ora, ''Ora'', vaza uma semana antes da estreia prevista e não decepciona. Vale a pena conferir aqui e abaixo o primeiro single ingles do álbum.



Genesis - Grimes Por mim Grimes poderia fazer clipes tão bons quanto Oblivion e Genesis para todas as outras faixas do Visions. Adoro clipes com personagens (pelo menos eu defino cada uma das criaturas como um personagem), em Genesis temos: uma Cyber-SailorMoon, uma Iemanjá-Seapunk, uma Ragnarok-Fighter e a própria Grimes, meio garota de Harajuku.



Triumphant (Get 'Em) - Mariah Carey Sabe quando os artistas fazem pequenas participações nas músicas de outros artistas e essas participações as vezes são tão pequenas que são quase desnecessarias? Imagine o contrario. Em Triumphant as participações (de Rick Ross e Meek Mill) tomaram todo o espaço de Mariah. Alem da faixa sem fraca demais para ser o primeiro single de um álbum de retorno.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

The Like - Are You Thinking What I'm Thinking/ Release me

Já faz algum tempo essas garotas apareceram por aqui, e isso foi motivo suficiente para eu ficar muito curioso em relação a elas, argumentos como elas fazerem parte da trilha sonora do filme Aos 13 e seu estilo ser rock clássico foram suficientes para me fazer baixar na época seu mais recente álbum Release me, lançado em 2010. E de fã a colaborador do blog me senti seguro em falar mais um pouco sobre elas.

A formação original contava com Elizabeth Berg, Charlote Froom e Tennesse Thomas, todas filhas de músicos ou produtores famosos na industria. Depois de algum tempo Charlote saiu dando lugar a Laena Geronimo e por ultimo a entrar na banda a tecladista Annie Monroe.

Are You Thinking What I'm ThinkingO primeiro álbum da banda é delicioso, só que não tem muito do estilo de rock clássico que tornou as garotas famosas. O álbum tem um estilo mais moderno e limpo de sonoridade, ao mesmo tempo com um jeitinho depre com letras grudentas e sinceras falando de amor. Recomendo as faixas June Gloom (que virou single), You bring me down e Whave thats never break.


 

 Release MeLançado em 2010 e encabeçado pelo single He´s not a Boy, que tornou as garotas ainda mais conhecidas, esse álbum tem um estilo mais pesado e menos depre que o primeiro, não que você vá ouvir pancadas ou musicas de enlouquecer, é tudo leve, grudento e novamente com letras sinceras falando de amor, difícil não sair cantando ou ficar com elas repetindo na cabeça por muito tempo.

A banda atualmente se encontra fora de atividade depois de uma breve turnê no ano passado. Muitos fãs acreditam que elas possam voltar daqui a algum tempo, já que fizeram o mesmo do primeiro para o segundo álbum, eu torço pra que sim. Enquanto isso ouço pela milésima vez!

sábado, 18 de agosto de 2012

Resumo da Semana (12/08 - 18/08)

De volta com o post que lista o que aconteceu de mais interessante (ou não, depende do que você julga como interessante) na ultima semana.
http://cdn.3news.co.nz/3news/AM/2012/8/17/265771/Azalia-Banks_DazedandConfused_full.jpg
Essa é a capa da Dazed & Confused alemã que gerou polêmica por conta de Azealia soprar essa camisinha. Adoramos polêmicas: Free Pussy Riot, Free Azealia, Free Assange!  


Thiago Pethi - Pas Du Deux Sem palavras para descrever a delicadeza do vídeo de Pas Du Deux. O clipe conta com a beleza de Laura Neiva, "interpretando" a canção, enquanto dançarinos coreografam com a melodia da música. A faixa é o primeiro single do segundo álbum - Estrela Decadente - de Thiago Pethit.



Alpha Beat - Love Sea Alpha Beat libera segundo (e ótimo) single - Love Sea - do novo álbum, Express Non-Stop, pop-alegre e apaixonante. *.*
 
Leides Gaga run the showbusiness Mãe Monstra mesmo em turnê, não para. Depois de confirmar seu novo álbum para o começo de 2013 (ArtPop is coming) e dos rumores sobre um novo single para ainda esse ano, Gaga da continuidade a divulgação de seu perfume, ''Fame" (''o primeiro perfume negro da história'', sem sêmen e sangue, ok!?), dessa vez com um teaser do vídeo-comercial, dirigido por Steven Klein, e a trilha parece ser um remix de Scheisse. Lindo e épico.

 
Novidades Green Day Depois de quase um ano sem novidades, do Billie Joe ter sido confirmado como assistente da X-tina no The Voice, de lançar novo single e prometer álbum (Uno! - 25/09), o Green Day não para e nessa semana lançou clipe para o single  ''Oh Love'' e nova musica, "Kill The DJ".

 
2 Chainz - I Luv Dem Strippers Sempre que o nome "Nicki Minaj" esta envolvido em algum novo single é sinal que ele não terá menos que 6 dígitos nas visualizações - e não é uma receita recente: vide Mariah Carie e Ludacris, quando Nicka ainda não era a amada Harajuku Barbie). No clipe de 2 Chainz não há nada alem de ostentação, drogas, bundas e (claro) as strippers, tudo que a gente já viu em Beez In a Trap (com os mesmos rappers, mesma direção - Benny Boom, mesma história). 



Azealia Banks - Van Vogue The Hype Princess is back, Azealia volta ''salient'' no clipe de Van Vogue, faixa do EP 1991 (mesmo de 212 e Liquorice). O clipe é simples e ótimo: Azealia sendo linda, fazendo caras, etc. Quero mesmo é que ela comece a trabalhar com musicas da mixtape Fantasea.

O que achou? Está faltando alguma coisa? Comente!

terça-feira, 14 de agosto de 2012


Old but gold



Queer as Folk (no Brasil Os assumidos).


Se Glee é sobre sair do armário Queer é sobre estar fora do armário. Lançado em dezembro de 2000 nos EUA Queer as Folk conta a historia de um grupo de amigos gays, todos assumidos: Brian (o gala, bonitão e pegador), Michael (doce e dedicado amigo de todos), Ted (aquele em que sempre pode confiar), Emmett (Fabuloso, o feminino do grupo),Justin (o gay novo) , também contamos com protagonistas femininas Lindsay e Melanie (o casal de lésbicas perfeito) e a mãe hetero de Michael a notória Debbie.
Mesmo que a estreia de QAF tenha sido há quase doze anos atrás a historia não envelheceu um único ano, dada a fidelidade, com que é retratado. Não é difícil se identificar com o grupo de amigos ou ficar fazendo comparações com seus amigos , e mesmo que você tente cada personalidade ali é tecida com tal riqueza que todos são únicos e totalmente amáveis.

São 5 temporadas e de todas a mais impactante é a primeira por retratar a parte suja de ser gay, sobre baladas, drogas, sexo em publico, em saunas e dark rooms e do quão promíscuos somos ou podemos ser e o questionamento mais importante, será que somos assim tão sujos, é tudo o que gostamos de co-entitular ou é somente o que somos? Ou do mais importante, saber que tipo de gay realmente você é e aceitar isso. 

E aqui chegamos a parte mais importante, por que como se trata de uma minoria, existe a repressão e as consequências em ser o que você é, e como ser gay se trata exatamente de estar do lado “errado” da moeda, as consequências são graves, é exatamente nesses momentos onde o seriado vai além e mostra como podemos superar certos obstáculos e o mais importante nunca fazemos isso sozinhos sempre precisamos de alguém seja um amigo um familiar um companheiro, e mesmo que você ache que esta sozinho nunca esta.

As outras temporadas tratam de assuntos mais pesados só que de menos importância para o publico gay de uma forma geral, já que pelo menos aqui as pessoas se escondem na hora de reivindicar seus direitos e não procuram fazer sua voz falar mais alto. Mas isso vai do tipo de gay que você é, eu sou bem Queer, não tenho nada haver com a parábola de conto de fadas de Kurt e Blaine. E como diria o próprio Brian Kenney “Existem dois tipos de heteros, os que te odeiam pela frente e os que te odeiam pelas costas” a interpretação disso deixo a cada um de vocês.